Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Noticias > Pesquisa sobre a mata ciliar na Caatinga é divulgada por professora do CDSA
Início do conteúdo da página
Notícias

Pesquisa sobre a mata ciliar na Caatinga é divulgada por professora do CDSA

  • Publicado: Quinta, 05 de Julho de 2018, 11h28

Uma pesquisa realizada no âmbito do Laboratório de Ecologia e Botânica do Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido da UFCG e que trata sobre a mata ciliar em área da Caatinga foi publicado recentemente na revista científica online, Gaia Scientia, editada pelo Programa de Pós Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente – PRODEMA, da Universidade Federal da Paraíba e que foco nos diferentes ramos das Ciências Ambientais.

Intitulado “Fitossociologia de Vegetação Arbustivo-Arbórea de uma Área Ribeirinha, Semiárido Paraibano, Brasil”, o artigo tem autoria da professora do CDSA, Alecksandra Vieira de Lacerda, e da pesquisadora Francisca Maria Barbosa.

A pesquisa objetivou caracterizar a estrutura fitossociológica da vegetação em uma área ribeirinha na bacia hidrográfica do rio Taperoá, no semiárido paraibano. O levantamento abrangeu um trecho ao longo do riacho Farias, onde estabeleceu-se 51 parcelas medindo cerca de 1 hectare, distribuídas ao longo do curso da água.

O artigo completo pode ser acessado no sítio eletrônico da Revista: http://periodicos.ufpb.br/index.php/gaia ou no http://www.cdsa.ufcg.edu.br/laeb/

“Trata-se de mais uma importante contribuição para o entendimento dos aspectos que marcam a estrutura da vegetação em área de mata ciliar no Semiárido brasileiro. Estamos fortemente comprometidos em estudar os recursos naturais e os aspectos que definem a sua relação com as faixas de semiaridez. Um conhecimento com bases inovadoras para traduzir os meios adequados de manejo e gerenciamento dos potenciais biológicos do Bioma Caatinga”, disse a professora que coordena o Laboratório de Ecologia e Botânica - LAEB/CDSA/UFCG e lidera o grupo de pesquisa Conservação Ecossistêmica e Recuperação de Áreas Degradadas no Semiárido – CERDES.

(Rosenato Barreto – Assimp CDSA/UFCG)

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página